Testes Canto Sereno

A Busca Por Eldorado

Pedro e João eram irmãos gêmeos, parecidos fisicamente, mas bem distintos em suas personalidades. Pedro era ambicioso demais, queria viver em prol de riquezas, fama e sucesso, enquanto João era humilde e valorizava os pequenos detalhes da vida.

el-doradoQuando crianças, ouviram falar da lenda de Eldorado, a cidade completamente feita de ouro escondida pelos maias. Ao ouvir a história, cada um dos irmãos reagiu de uma forma. João considerou a lenda como uma simples história fictícia. Pedro, porém, foi mais além.

Desde que ouvira a história, Pedro decidiu buscar pela lendária cidade até o último minuto de vida. E assim aconteceu. Decidiu estudar, juntar dinheiro e viajar inúmeras vezes em busca de Eldorado. Viveu dias e noites pensando nesta cidade, buscando as mais variadas formas de encontrá-la.

familiaEnquanto Pedro vivia em prol de Eldorado, João seguiu sua vida pacata, mas feliz. Encontrou uma mulher interessante, casou-se, teve filhos, morou em um bairro de classe média de sua cidade e chegou até a escrever um livro sobre paz interior.

Por grandiosa coincidência, Pedro e João morreram no mesmo ano, os dois com 40 anos de idade. Pedro partiu sem esposa, sem filhos e totalmente frustrado, pois não encontrou a tão sonhada cidade de ouro. João partiu feliz, pois viveu uma vida tranquila, deixou bons ensinamentos e fez diferença significativa e positiva na vida de muitas pessoas.

Agora vamos trocar um objeto nesta história fictícia.

Vamos supor que Eldorado seja a felicidade ilusória, ou seja, a beleza perfeita, a riqueza, a fama ou qualquer outro exagero efêmero desta vida. Será que vale a pena viver a vida inteira correndo exaustivamente atrás destes ideais citados?

As maiores alegrias estão nas pequenas coisas.

Quem você tem sido atualmente: Pedro ou João?

“Desprezei todas as coisas pelas quais eu tanto me esforçara debaixo do sol, pois terei que deixá-las para aquele que me suceder.”
Eclesiastes 2:18 (Palavras do rei Salomão)

Danilo Henrique Gomes é um assíduo amante da psicologia, filosofia e teologia, que há anos dedica seus dias aos estudos relacionados à mente humana e a Bíblia. Começou a escrever cedo, logo na adolescência, e desde então encontrou grande prazer e satisfação na escrita.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *