Testes Canto Sereno
“Sensação de que ninguém gostava realmente de mim” Superação #10

Entrevista realizada dia 26/09/2017 pela rede social Facebook. Por: Wanessa Rais Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 20 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Dos 12 aos 19 (7 anos). 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Vários eventos como: tentativa de abuso sexual aos 9 anos, violência física e psicológica sofrida na escola desde o pré escolar até o começo do ensino médio, sensação de abandono dos pais (pois fui criada por minha avó) e etc. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Pensamentos suicidas, sentimento de incapacidade frente a tudo, pensamentos extremamente negativos em relação aos membros da família e a mim mesma, sensação de que NINGUÉM gostava realmente de mim, baixa estima, pensava em sair andando sem destino até sumir, pensamentos que sempre questionavam qualquer possível sentido para a vida. 6. Como você se sentia fisicamente? Fisicamente me sentia muito cansada, sonolenta, indisposta a ponto de faltar nas aulas durante toda uma semana e ficar apenas dormindo. Era como se existisse um peso sobre meus ombros o tempo todo. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim, muitas vezes. Eu me sentia vazia, infeliz, superficial, feia e…

“Depositei tudo o que eu pude na minha fé” Superação #9

Entrevista realizada dia 26/09/2017 pela rede social Facebook. Por: L. A. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 27 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? 1 ano e meio. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Sim, o término do meu relacionamento que durou 6 anos e meio. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Que eu não era ninguém, que eu não era nada e que se eu acabasse com a minha vida talvez eu ia despertar pena nas pessoas e elas iriam se importar comigo. 6. Como você se sentia fisicamente? Eu não tinha forças para nada. Estava sempre cansada, desanimada, sempre muito para baixo. Já não comia mais. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim! Várias vezes. Tanto que já pratiquei várias formas de me suicidar e Deus, na sua infinita misericórdia, me salvou. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? As formas que eu encontrei foram as de erguer a minha cabeça e ver que eu era muito mais linda do que eu imaginava que eu era, que homem nenhum poderia me colocar para baixo e que eu sempre fui uma…

“Disseram que depressão era coisa de gente preguiçosa” Você não está só #9

Entrevista realizada dia 13/09/2017 pela rede social Facebook. Por: A. C. (identidade preservada) Ainda luta contra a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 32 anos. 3. Desde quando você está lutando contra a depressão? Desde criança. Me sentia rejeitada, diferente, porém a depressão veio mesmo após o parto do meu filho que hoje tem 14 anos de idade. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? A falta de interesse e atenção do meu ex companheiro, e as críticas que recebia da família do mesmo por ter depressão. Quando fui tomar a primeira medicação, disseram que depressão era coisa de gente preguiçosa. Eu aguentava tudo calada e chorava sozinha. As brigas entre meus pais na minha infância eram constantes. Acredito que esse seja o fato que me fez ter os primeiros sintomas. O bullying na escola também cooperou para o surgimento da depressão. Estou lutando contra a depressão desde a infância, porém os sintomas mais graves vieram depois dos 17 anos. 5. Quais pensamentos destrutivos invadem sua mente? Os pensamentos que passam em minha mente são: que sou feia, chata, que ninguém gosta de mim e que sou só mais uma neste imenso mundo. 6. Como você…

“Foi mudando de profissão que me redescobri” Superação #8

Entrevista realizada dia 19/09/2017 pela rede social Facebook. Por: C. O. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 43 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Aproximadamente uns 15 anos, mas quando penso melhor, acho que uns 30. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Acredito que a separação dos meus pais. Eu tinha 11 anos. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Sentia desejo de morrer para acabar com a tristeza e a dor. 6. Como você se sentia fisicamente? Me sentia cansada, esgotada e sem vontade de fazer nada. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? A primeira vez que pensei em suicídio eu tinha 12 anos. Me sentia solitária, triste. Me envolvi com drogas e tomei veneno de rato. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Fiz terapia em grupo, narcóticos anônimos, fui internada, tomei remédio, fiz 10 anos de terapia… mas foi mudando de profissão que me redescobri. Sou intérprete de língua de sinais. 9. Onde encontrou apoio emocional? Encontrei apoio na comunidade surda e em mim. 10. Deixe uma mensagem para aqueles que estão sofrendo o mesmo que você. Procure fazer algo…

“Momentos de lazer são sempre importantes” Você não está só #8

Entrevista realizada dia 14/09/2017 pela rede social Facebook. Por: K. J. (identidade preservada) Ainda luta contra a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 40 anos. 3. Desde quando você está lutando contra a depressão? Lutando há, mais ou menos, 7 anos. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Depois do meu último parto desenvolvi transtorno bipolar e desde então tenho várias crises de depressão. 5. Quais pensamentos destrutivos invadem sua mente? Me cortava muito. Me sentia, e às vezes ainda me sinto, inútil. Me sinto feia e gorda, mesmo que digam o contrário. 6. Como você tem se sentido fisicamente? Me sinto muito cansada como se tivessem sugando toda minha energia. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Já tentei suicídio em 3 vezes, por me sentir incapaz de lidar com os problemas. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Tento sair, mesmo sem vontade, com os amigos. 9. Onde encontrou apoio emocional? Não tenho apoio de ninguém. Luto sozinha. 10. Deixe uma mensagem para aqueles que estão sofrendo o mesmo que você. Minha mensagem é: procure ajuda médica, familiar, e se afaste do que te faz mal. Tente se esforçar para…

“Já nasci com depressão” Superação #7

Entrevista realizada dia 12/09/2017 pela rede social Facebook. Por: V. L. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 36 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Desde a infância e superei depois de adulta, com 35 anos. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Como já nasci com depressão, necessitava de mais cuidados que não tive com minha família que, pelo contrário, me ignorou, fazendo assim a doença se agravar. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Suicídio. Queria dormir por muitos dias e sumir. 6. Como você se sentia fisicamente? Tinhas muitas dores no corpo e já acordava cansada. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Já tentei suicídio várias vezes porque queria acabar com meu sofrimento. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Me autoconhecendo, separando as coisas e com a religião. 9. Onde encontrou apoio emocional? Em Deus somente. 10. Deixe uma mensagem para aqueles que estão sofrendo o mesmo que você. Se autoconheçam. É importante saber o que te deixa melhor ou pior, e não desistir. Se ame, se valorize e não espere nada de ninguém. Não desista jamais. Você também deseja ser…

“Sempre ouvindo que estava com frescura, falta de Deus” Superação #6

Entrevista realizada dia 13/09/2017 pela rede social Facebook. Por: R. C. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 20 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? 1 ano. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? A minha mãe é depressiva e meu pai me abandonou com 1 ano de idade. Foi muito difícil conviver com alguém que estava sempre reclamando. Eu, ainda criança, me cobrava muito para ver a minha mãe feliz, embora isso não dependesse de mim. Eu não entendia o que ela passava. Eu sempre chorei escondido, mas não sabia o porquê. Quando passava, eu voltava ao normal como qualquer criança. Aos 17 anos fui mãe. Fui morar junto com o pai da minha filha, comecei a faculdade, e precisava me dedicar no estágio. Eu estava completamente sobrecarregada, só sabia me cobrar. Aquela situação foi acabando comigo e aquela depressão escondida, desde sempre, veio à tona com força total. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Pensamentos de fuga, mas em estágio avançado, suicídio. 6. Como você se sentia fisicamente? Sentia muitas dores no ombro, algumas pontadas na nuca, cansaço excessivo e muito sono. 7. Já pensou em…

“Separação conturbada dos meus pais. Ele tentou nos matar” Você não está só #7

Entrevista realizada dia 14/09/2017 pela rede social Facebook. Por: A. M. (identidade preservada) Ainda luta contra a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 24 anos. 3. Desde quando você está lutando contra a depressão? Desde os 13 anos de idade. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Sim. Separação conturbada dos meus pais. Ele tentou nos matar. Tentativa de estupro de um parente. Engravidei e fui obrigada a fazer aborto ilegal pelo rapaz aos 13 anos. 5. Quais pensamentos destrutivos invadem sua mente? Procuro sentir dor para tentar de alguma forma me punir… Sou perturbada mentalmente… Não tenho paz… Me coloco para baixo, me isolo… Várias coisas… 6. Como você tem se sentido fisicamente? Me olho no espelho e não vejo nada além de uma carcaça. Me acho horrível, cheia de defeitos físicos. Minha saúde está péssima. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Já tentei me matar 3 vezes. Penso em me matar todos os dias. Estou cansada. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Às vezes, quando esbarro com pessoas legais, melhoro um pouco… mas sempre volta. 9. Onde encontrou apoio emocional? Com um amigo de infância e às vezes…