Testes Canto Sereno
“Sensação de que ninguém gostava realmente de mim” Superação #10

Entrevista realizada dia 26/09/2017 pela rede social Facebook. Por: Wanessa Rais Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 20 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Dos 12 aos 19 (7 anos). 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Vários eventos como: tentativa de abuso sexual aos 9 anos, violência física e psicológica sofrida na escola desde o pré escolar até o começo do ensino médio, sensação de abandono dos pais (pois fui criada por minha avó) e etc. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Pensamentos suicidas, sentimento de incapacidade frente a tudo, pensamentos extremamente negativos em relação aos membros da família e a mim mesma, sensação de que NINGUÉM gostava realmente de mim, baixa estima, pensava em sair andando sem destino até sumir, pensamentos que sempre questionavam qualquer possível sentido para a vida. 6. Como você se sentia fisicamente? Fisicamente me sentia muito cansada, sonolenta, indisposta a ponto de faltar nas aulas durante toda uma semana e ficar apenas dormindo. Era como se existisse um peso sobre meus ombros o tempo todo. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim, muitas vezes. Eu me sentia vazia, infeliz, superficial, feia e…

“Depositei tudo o que eu pude na minha fé” Superação #9

Entrevista realizada dia 26/09/2017 pela rede social Facebook. Por: L. A. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 27 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? 1 ano e meio. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Sim, o término do meu relacionamento que durou 6 anos e meio. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Que eu não era ninguém, que eu não era nada e que se eu acabasse com a minha vida talvez eu ia despertar pena nas pessoas e elas iriam se importar comigo. 6. Como você se sentia fisicamente? Eu não tinha forças para nada. Estava sempre cansada, desanimada, sempre muito para baixo. Já não comia mais. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim! Várias vezes. Tanto que já pratiquei várias formas de me suicidar e Deus, na sua infinita misericórdia, me salvou. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? As formas que eu encontrei foram as de erguer a minha cabeça e ver que eu era muito mais linda do que eu imaginava que eu era, que homem nenhum poderia me colocar para baixo e que eu sempre fui uma…

“Foi mudando de profissão que me redescobri” Superação #8

Entrevista realizada dia 19/09/2017 pela rede social Facebook. Por: C. O. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 43 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Aproximadamente uns 15 anos, mas quando penso melhor, acho que uns 30. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Acredito que a separação dos meus pais. Eu tinha 11 anos. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Sentia desejo de morrer para acabar com a tristeza e a dor. 6. Como você se sentia fisicamente? Me sentia cansada, esgotada e sem vontade de fazer nada. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? A primeira vez que pensei em suicídio eu tinha 12 anos. Me sentia solitária, triste. Me envolvi com drogas e tomei veneno de rato. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Fiz terapia em grupo, narcóticos anônimos, fui internada, tomei remédio, fiz 10 anos de terapia… mas foi mudando de profissão que me redescobri. Sou intérprete de língua de sinais. 9. Onde encontrou apoio emocional? Encontrei apoio na comunidade surda e em mim. 10. Deixe uma mensagem para aqueles que estão sofrendo o mesmo que você. Procure fazer algo…

“Já nasci com depressão” Superação #7

Entrevista realizada dia 12/09/2017 pela rede social Facebook. Por: V. L. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 36 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Desde a infância e superei depois de adulta, com 35 anos. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Como já nasci com depressão, necessitava de mais cuidados que não tive com minha família que, pelo contrário, me ignorou, fazendo assim a doença se agravar. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Suicídio. Queria dormir por muitos dias e sumir. 6. Como você se sentia fisicamente? Tinhas muitas dores no corpo e já acordava cansada. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Já tentei suicídio várias vezes porque queria acabar com meu sofrimento. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Me autoconhecendo, separando as coisas e com a religião. 9. Onde encontrou apoio emocional? Em Deus somente. 10. Deixe uma mensagem para aqueles que estão sofrendo o mesmo que você. Se autoconheçam. É importante saber o que te deixa melhor ou pior, e não desistir. Se ame, se valorize e não espere nada de ninguém. Não desista jamais. Você também deseja ser…

“Sempre ouvindo que estava com frescura, falta de Deus” Superação #6

Entrevista realizada dia 13/09/2017 pela rede social Facebook. Por: R. C. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 20 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? 1 ano. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? A minha mãe é depressiva e meu pai me abandonou com 1 ano de idade. Foi muito difícil conviver com alguém que estava sempre reclamando. Eu, ainda criança, me cobrava muito para ver a minha mãe feliz, embora isso não dependesse de mim. Eu não entendia o que ela passava. Eu sempre chorei escondido, mas não sabia o porquê. Quando passava, eu voltava ao normal como qualquer criança. Aos 17 anos fui mãe. Fui morar junto com o pai da minha filha, comecei a faculdade, e precisava me dedicar no estágio. Eu estava completamente sobrecarregada, só sabia me cobrar. Aquela situação foi acabando comigo e aquela depressão escondida, desde sempre, veio à tona com força total. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Pensamentos de fuga, mas em estágio avançado, suicídio. 6. Como você se sentia fisicamente? Sentia muitas dores no ombro, algumas pontadas na nuca, cansaço excessivo e muito sono. 7. Já pensou em…

“Saía andando de madrugada pelas ruas à espera de que fosse assassinado” Superação #5

Entrevista realizada dia 14/09/2017 pela rede social Facebook. Por: P. M. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Homem. 2. Sua idade? 38 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Comecei a apresentar sintomas aos 17 anos de idade e perdurou por grande parte da vida adulta. Podemos dizer que pelo menos uns 15 anos entre idas e vindas. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Iniciou com o desenvolvimento da doença degenerativa do meu pai que faleceu 7 anos depois do início do Alzheimer. Também as exigências e abusos emocionais de minha mãe que via em mim um substituto. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Queria dormir e não acordar; sumir e, por fim, me matar porque não via outra saída. Não tinha recursos próprios e nem parentes próximos a quem recorrer. 6. Como você se sentia fisicamente? Exausto… como se carregasse um fardo… Comecei a somatizar tendo dor de cabeça, diarreias e princípio de anorexia nervosa. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim. Na verdade, era mais uma promessa de fuga do sofrimento e de toda a miséria vivida. Pelo menos era o que se pretendia buscar. 8. Quais formas…

“Sou um vulcão em erupção” Superação #5

Entrevista realizada dia 12/09/2017 pela rede social Facebook. Por: L. S. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 52. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? A vida inteira. Várias tentativas de suicídio. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Houve um acontecimento marcante quando eu tinha 5 anos de idade. Provavelmente minha idade emocional estacionou aí. (Explicação dada por vários Psicólogos.) Sofri abuso sexual também. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Desistir da vida, pois as dores emocionais são insuportáveis. Automutilação. 6. Como você se sentia fisicamente? Hoje gozo de um período de conforto emocional, mas as crises resurgem ao menor sinal de frustração. Nos períodos de crise me sinto um peso para a família, pois eles não compreendem a minha luta. As dores literais no corpo me impedem de fazer coisas básicas nos períodos de crise. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Porque a vida deixa de fazer sentido. Sem objetivo. Sou hipersensível. Não tenho tolerância para maldade, violência. Uma palavra mal colocada me levava para o fundo do poço. Viver torna-se um fardo. Suicídio era a primeira alternativa para a resolução de problemas e alívio da tortura…

“Problemas no relacionamento, familiares, e começo de aborto espontâneo” Superação #4

Entrevista realizada dia 12/09/2017 pela rede social Facebook. Por: H. R. (identidade preservada) Venceu a depressão. 1. Homem ou mulher? Mulher. 2. Sua idade? 34 anos. 3. Por quanto tempo lutou contra a depressão? Por 7 anos. Melhorei por 4 anos, tive uma recaída, e lutei por mais 4 anos. 4. Houve um evento que despertou a depressão em você? Sim! Problemas no relacionamento, familiares, e começo de aborto espontâneo. 5. Quais pensamentos destrutivos invadiram sua mente? Me sentia incapaz, fracassada, inútil, sem importância, era um vazio sem fim. Me sentia sozinha e abandonada por todos. 6. Como você se sentia fisicamente? Exausta, sem coragem para nada. Muitas dores pelo corpo, cabeça, insônia, muito medo, não tinha fome, nem vontade de sair da cama e conversar. 7. Já pensou em suicídio? Por quê? Sim! Para acabar com o sofrimento, com o imenso vazio e tristeza que não tinham explicação, para acabar com os pensamentos ruins que não me deixavam viver e ser feliz. 8. Quais formas você encontrou para lutar contra a depressão? Primeiramente Deus, a medicina e a terapia. Eu olhava todos os dias para minha filhinha para buscar forças, pois ela precisava de mim. 9. Onde encontrou apoio emocional?…