Truques Mentais #3: Como Comer Menos

Dietas são criadas aos montes por várias pessoas ao redor do mundo. Elas são valiosas e de fato a maioria funciona. Mas tudo fica mais fácil quando a sua mente está programada para ingerir menos comida. A fome está diretamente ligada aos comandos que provém da mente, sendo assim, se um indivíduo utilizar técnicas para passar a informação à mente de que a fome está saciada, automaticamente ela cessa. PREPARAÇÕES Mantenha por perto um copo com suco sempre que você estiver prestes a fazer uma refeição. COLOCANDO EM PRÁTICA Toda vez que você fizer uma refeição siga o seguinte esquema. Para cada porção que você engolir, beba um farto gole de suco. Sendo assim, seu estômago se encherá mais rapidamente e a mensagem de saciação chegará logo a sua mente (o enchimento do estômago informa ao cérebro de que o indivíduo já está saciado). Para obter melhores resultados alimente-se somente quando você realmente sentir fome. Evite comer por simples prazer.

Truques Mentais #2: Coragem Para Falar em Público

Existem várias técnicas para auxiliar aqueles que possuem uma dificuldade imensa para se expressarem em público. De acordo com muitos testes, as técnicas que envolvem a tentativa de ridicularizar mentalmente um ambiente parecem gerar melhores resultados. PREPARAÇÕES Antes de falar em público pense em situações ridículas que você presenciou no qual você não era o sujeito a ser ridicularizado e fixe o seguinte pensamento: todos são iguais, todos têm necessidades fisiológicas, todos choram, todos riem, todos “pagam micos”. COLOCANDO EM PRÁTICA Depois de lembrar-se o quanto todas as pessoas podem ser ridículas e, por isso, todos, no fundo, somos iguais, tente imaginar com todas as forças que as pessoas com que você está prestes a falar sejam desenhos animados ridículos. Toda esta tentativa de ridicularizar o ambiente em que você irá falar publicamente fará com que seu sistema nervoso relaxe e seus pensamentos fluam melhor.

Truques Mentais #1: Como Sentir Sono

Há muito tempo cientistas estudam os fenômenos relacionados ao sono e, em todos estes anos de estudo, constatou-se que a respiração pode efetivamente aumentar a intensidade do sono. Muitas pessoas se tornariam independentes de remédios para dormir se conhecem a força de relaxamento que a respiração tem. PREPARAÇÕES Deite-se em uma cama e certifique-se de que você está em um ambiente escuro, agradável e silencioso. A técnica exige uma boa concentração. Nas primeiras tentativas talvez você não obtenha sucesso, mas com o decorrer do tempo você terá resultados significativos. Evite qualquer bebida energética antes de colocar este truque mental em ação. Tenha certeza de que você não está próximo de sentir fome, sede ou vontade de ir ao banheiro antes desta técnica. COLOCANDO EM PRÁTICA Feche os olhos, sem forçá-los. Respire profundamente por 5 segundos. Tenha certeza de que você não está fazendo uma contagem rápida demais. Após os 5 segundos passarem, solte o ar com calma. Enquanto pratica a respiração não concentre-se em mais nada. No máximo permita-se admirar o som ambiente, desde que este seja agradável. Repita este processo por 20 vezes. Provavelmente você perderá a contagem algumas vezes. Caso aconteça, se entregue ao seu achismo e volte…

A Linguagem Corporal da Cabeça

O corpo humano pode revelar inúmeras informações não-verbais preciosas através de seus gestos. Conheça a linguagem corporal da cabeça. As matérias que mais encantam os fascinados pelas ciências mentais é, sem dúvida, as relacionadas à linguagem corporal. O tão estimado poder de “ler mentes” apenas observando os gestos alheios vem ganhando novos fans diariamente por todo o mundo. Por tratar-se de um estudo extenso e complexo, não há formas de resumir tudo o que a ciência diz sobre a linguagem não-verbal em uma única página na web, portanto, hoje iremos apenas estudar sobre o movimento da cabeça. A direção para qual a cabeça está inclinada pode dizer muito a respeito da imagem que o indivíduo tem de si mesmo. Questões relacionadas ao tipo de personalidade do sujeito podem ser facilmente percebidas pelos movimentos da cabeça. Por ser uma parte do corpo notável, indica-se que um estudante de linguagem corporal inicie sua jornada observando a cabeça de seu observado para facilmente coletar informações iniciais. Vamos aos estudos! LEVE INCLINAÇÃO LATERAL DA CABEÇA: Indica atenção ou/e admiração. Se o ouvinte inclina levemente a cabeça enquanto ouve o locutor, o corpo está informando gestualmente que o sujeito está achando o assunto muito interessante….

A Linguagem Corporal dos Olhos

O corpo humano pode revelar inúmeras informações não-verbais preciosas através de seus gestos. Conheça a linguagem corporal dos olhos. As matérias que mais encantam os fascinados pelas ciências mentais é, sem dúvida, as relacionadas à linguagem corporal. O tão estimado poder de “ler mentes” apenas observando os gestos alheios vem ganhando novos fans diariamente por todo o mundo. Por tratar-se de um estudo extenso e complexo, não há formas de resumir tudo o que a ciência diz sobre a linguagem não-verbal em uma única página na web, portanto, hoje iremos apenas estudar sobre o movimento dos olhos. Esta parte do nosso corpo tão pequena e ao mesmo tempo tão chamativa é um verdadeiro portal de informações momentâneas sobre o ser humano. Isso deve-se, também, à proximidade dos olhos em relação ao cérebro. Dependendo do lado para qual os olhos são direcionados, podemos supor qual hemisfério cerebral está em atividade, o da esquerda ou o da direita. Sabendo qual é o hemisfério em atividade, podemos ter muitas informações “ocultas” em mãos. Não é à toa que os olhos foram nomeados como “janelas da alma“. Vamos aos estudos! OLHOS ELEVADOS PARA CIMA E À ESQUERDA (para quem vê o rosto): Indicam imaginação…

Interação Social: 6 Dicas Que Vão Te Ajudar Muito

O ato de interagir de forma verbal ou não-verbal pode parecer uma tarefa complicada, mas não é. Conheça 6 dicas que irão melhorar sua interação social. Possuir dificuldades para interagir socialmente é um problema muito mais comum do que pensam. Por falta de prática, ou por simples ignorância, inúmeras pessoas pecam quando o assunto tratado é a interação social. Segundo a grandiosa Wikipédia: Em ciências sociais, interação social refere-se a todas as ações recíprocas entre dois ou mais indivíduos durante as quais há compartilhamento de informações. (Fonte) Onde há dois ou mais seres humanos compartilhando informações verbais ou não-verbais, temos então uma interação social. Incomodados pela timidez ou pela ansiedade, por exemplo, muitos sentem-se desconfortáveis em interagir socialmente e acabam fracassando nisso (e até mesmo passando vergonha). Separamos abaixo algumas valiosas dicas para interagirmos melhor socialmente. 1. Não Sinta Medo do Contato Visual Para uns, um hábito tão normal, para outros, algo amedrontador: olhar nos olhos. O contato olho a olho pode parecer algo inofensivo, mas afeta profundamente e principalmente pessoas tímidas ou com sentimentos de inferioridade. Uma boa interação social envolve contato visual, não excessivo, mas confortável. O olhar atento significa atenção plena, portanto, quem conta algo se interessa pela ideia de…

Opções Comportamentais, Quantas Você Têm?

Somos programados para ter comportamentos padrões em várias situações, no entanto, podemos estender nossas opções comportamentais. Entenda mais. O ser humano é uma incrível máquina cheia de opções e recursos interessantíssimos! Um mesmo indivíduo pode ter diversas reações de acordo com o contexto da situação. Alguns estão presos em seus comportamentos impulsivos, entretanto, existem aqueles que sabem explorar suas opções comportamentais. Opções comportamentais… Sabe do que se trata? Talvez o nome sugestivo te dê a noção de que trata-se de opções de comportamento (óbvio, não?). Digamos que este palpite esteja correto. A personalidade de um indivíduo o induz consciente ou inconscientemente a ter certos comportamentos padronizados. O sujeito de personalidade explosiva ira jogar seu celular na parede em um momento de ira, enquanto o de personalidade mansa sentará e irá aguardar a ira cessar. Quando paramos para explorar nossas opções comportamentais, temos a oportunidade de refletir sobre o que podemos fazer em relação às situações do cotidiano. Quantas opções temos diante da raiva, por exemplo? Refletimos sobre estas opções? Vamos fazer um teste agora. Responda mentalmente: se te humilharem publicamente, qual destas opções é a que você escolhe no calor do momento? a) Não abaixar a cabeça e devolver na…

O Que é: Crise Existencial

Crise Existencial Sobre: Esta crise é o conjunto de conclusões negativas e questões acerca do sentido da vida. O indivíduo permanece apático à vida e passa a não enxergar mais os porquês da existência. Ao acreditar que sua vida não possui sentido algum e transformando o existir em algo penoso, temos então um sujeito vítima de uma Crise Existencial. Causas: Geralmente o surgimento desta crise está intimamente ligada a outras psicopatologias ou situações como: depressão, isolamento social, sono desregulado, traumas, disfunções hormonais, etc. Experiências desconfortáveis e marcantes também podem levar o sujeito a ser vítima desta crise (divórcio, perda de um ente querido, velhice, etc). Sintomas: Apatia pelos prazeres da vida Questionamentos constantes sobre o sentido da vida Falta de expectativas Sensação de solidão Sensação de insignificância perante o mundo Possui cura? Sim. Tratamento: Psicoterapia Atividades sociais Criação de projetos para o futuro Lutar por algum ideal

O Que é: Síndrome de Borderline

Síndrome de Borderline Sobre: A Síndrome de Borderline (ou também chamada de Transtorno de Personalidade Limítrofe) é um dos transtornos mais comuns no Brasil e no mundo. Trata-se de uma disfunção na produção hormonal que prejudica diretamente a intensidade e surgimento das emoções. É frequentemente confundida com o famigerado Transtorno Bipolar, porém suas características são diferentes. Causas: Por ter relação com a desorganização na produção hormonal, as causas podem ser tanto meramente físicas como também ligadas a experiências traumáticas, principalmente na infância. Em suma, a existência da Síndrome de Borderline pode estar ligada a alguma anomalia cerebral já presente desde o nascimento ou a uma série de eventos que proporcionaram traumas emocionais. Sintomas: Alterações bruscas de humor Duração exagerada das emoções Medo incontrolável do abandono Enorme e constante vazio interior Autoestima baixa Possui cura? Não. Tratamento: Psicoterapia Uso de remédios anti-depressivos e estabilizadores de humor Ocupar o tempo ocioso com atividades prazerosas Ter companhias pacientes e compreensivas

O Que é: Sociabilidade

Sociabilidade Sociabilidade, em termos grosseiros, é a qualidade do ser humano referente às suas habilidades sociais e à afeição pelas pessoas. Quanto maior o nível de sociabilidade de alguém, maior é a sua paixão por estar próximo de outras pessoas. Como consequência do alto nível desta qualidade, o indivíduo torna-se socialmente mais aceito e maleável.