J. K. Rowling e Sua Luta Por Seu Sonho Fantasioso

J. K. Rowling, criadora da saga Harry Potter, ficou mundialmente conhecida por sua criatividade, mas nem todos conhecem sua história de superação.

No dia 31 de Julho de 1965 nascia um grande nome para a literatura, nome este que seria lembrado por muitos leitores (e não somente leitores) do mundo inteiro até hoje: Joanne Rowling ou também conhecida como J. K. Rowling.

J. K. Rowling (Joanne Rowling)

Joanne Rowling

J. K. Rowling, cujo a letra “K” em seu nome é usado como uma homenagem à sua falecida avó Kathleen, tinha em seu coração o desejo de criar algo através da escrita que pudesse impactar o público infanto-juvenil, porém, sua jornada até a realização de seu sonho não seria nem um pouco fácil.

Dentro de um trem em um dia comum, Rowling teve a ideia de desenvolver uma história fictícia que tinha como foco a vida de um bruxo que vivenciaria inúmeras aventuras para trazer paz ao mundo da magia, que por muito tempo sofrera nas mãos do terrível vilão Lord Voldemort. Sim, estamos falando sobre Harry Potter.

Harry Potter de J. K. Rowling

Harry Potter

Joanne, antes de ter seu livro publicado, passou por sérios problemas, problemas que fariam a maioria das pessoas simplesmente desistirem de qualquer sonho.

Após sua ideia de escrever a história de Harry Potter surgiu, em 1990, Rowling dedicava parte de seu tempo livre para escrever páginas e mais páginas do primeiro livro da saga, chamado “Harry Potter e a Pedra Filosofal“.

Harry Potter e a Pedra Filosofal, livro de J. K. Rowling

Como professora, Joanne não tinha muito tempo para escrever, por tal motivo, seu primeiro livro levou um tempo relativamente longo para ser finalizado.

No mesmo ano em que o primeiro livro da saga Harry Potter começou a ser escrito, a mãe de Rowling, Anne, faleceu devido à sua doença, a esclerose múltipla, após 10 anos de sofrimento como vítima deste mal.

Mesmo sofrendo pela perda, Joanne não parou de escrever. Como se não fosse o bastante, seus problemas ainda não haviam cessado, e desta vez ela sofreria em um relacionamento conjugal.

Em 1992, segundo ano após o início da escritura do livro, Rowling se apaixonou e se casou com Jorge Arantes, telejornalista português. No ano seguinte nasce sua filha, Jessica Rowling, e 9 meses após seu nascimento, surge o rompimento do relacionamento entre Joanne e Jorge, o casamento acaba.

Entre 1994 e 1995, Rowling passou por sérias dificuldades financeiras, pois encontrava-se desempregada e deprimida. Mesmo diante destes obstáculos, finalizou em 1995 o primeiro livro da saga.

Incansavelmente divulgou sua obra para várias editoras, 12 editoras ao todo, que recusaram seu manuscrito. Até que em 1996 Joanne recebeu uma resposta positiva da editora Bloomsbury que publicou apenas mil cópias de seu livro.

Bloomsbury, editora do livro de J. K. Rowling

De 1996 a 1997, as vendas de “Harry Potter e a Pedra Filosofal” foram surpreendentes e em Junho de 1997 a mesma editora que havia publicado o primeiro livro da saga publicaria também o segundo livro, “Harry Potter e a Câmara Secreta“.

Harry Potter e a Câmara Secreta, livro de J. K. Rowling

Desde então, Joanne Rowling acumulou uma fortuna que ultrapassa o valor de 500 milhões de libras. Suas obras já foram traduzidas em 67 idiomas e receberam inúmeras premiações mundiais.

O último livro da série Harry Potter (mas não o último livro da autora) foi finalizado em 11 de Janeiro de 2007 e foi intitulado como “Harry Potter e as Relíquias da Morte“.

► Compartilhe:

Comentários

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *