Maslow e Sua Pirâmide da Felicidade


Quer aprender a tocar teclado sem sair de casa? Então conheça o curso Aprenda Teclado Já!

Abraham Maslow acreditava que a felicidade podia ser dividida em cinco áreas em ordem, como uma pirâmide. Você já ouviu falar na “Pirâmide de Maslow”?

Em meados do século XX, Abraham Maslow propôs uma teoria para explicar quais são as maiores necessidades humanas e suas importâncias. Esta teoria, simbolizada por um triângulo com 5 cores, ficou conhecida como Triângulo de Maslow

Pirâmide de Maslow

Maslow afirmara que o estilo de vida ideal e suficiente resume-se na satisfação plena de 5 esferas da vida. Elas são: necessidades básicas, segurança, necessidades sociais, autoestima e auto-realização. Infelizmente o bem estar humano é mais complexo do que parece e, em poucos anos, esta teoria acabou sendo rejeitada por cientistas do mundo todo.

Ficou comprovado ao longo dos anos que as questões ligadas a felicidade são bem subjetivas. Existem necessidades específicas e diferentes em cada ser humano, portanto, não há uma formula para o estilo de vida perfeito. Há outro fator importantíssimo para viver bem: a forma como enxergamos as coisas a nossa volta (mas deixemos este assunto para outro dia).

Já que esta teoria nem é mais considerada pela ciência, então por que está exposta nesta postagem? Simplesmente porque estas cinco áreas, mesmo não integrando uma fórmula secreta para a felicidade, exigem sempre nossa total atenção.

Talvez tudo na sua vida esteja correndo normalmente, mas a tristeza e a sensação de insatisfação batem à sua porta todos os dias. Será que enquanto você foca em uma destas necessidades citadas por Maslow as outras estão “esquecidas”?

Você não conseguirá transformar as 5 áreas de uma única vez, porém poderá identificar problemas não resolvidos e ignorados por medo ou por falta de esperanças.

Aprenda a enxergar sua vida como um todo, e não como pequenas partes confusas e espalhadas.

“Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração; prova-me, e conhece os meus pensamentos.
E vê se há em mim algum caminho mau, e guia-me pelo caminho eterno.”
Salmos 139:23,24

► Compartilhe:

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *